Aula de redação

Utopia ?

Posted on: abril 14, 2008

Leia os textos. Vou colocar apenas um pequeno trecho. Avance no link ( quando eu colocar link, claro). Dane-se que o tempo é curto. Você vai levar uns 40 minutos para ler tudo. Fazer o quê?
Está difícil? Use o dicionário, excelente recurso, saudável, gostoso. E, se mesmo assim, não conseguir entender, venha com o texto na próxima aula.

“A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar”
(Eduardo Galeano).

“O conceito de utopia, por sua vez, também passou a ser compreendido de diferentes maneiras no decorrer da história. Originalmente, a palavra provém do conceito grego ou-topos, que designa um “não-lugar” ou “lugar nenhum”. O escritor inglês Thomas Morus é quem, certamente, mais contribuiu para a difusão do termo, ao usá-lo para intitular sua obra mais famosa, indicando um território imaginário onde a sociedade por ele idealizada aboliu a propriedade privada e a intolerância religiosa, estando centrada nos valores da justiça e felicidade humana. Assim, o termo utopia passou a ser utilizado por muitos outros pensadores tanto para descrever “mundos ideais”, como A cidade do sol (Tommaso Campanella) e Nova Atlantis (Francis Bacon), como para designar o que já existia anteriormente com este significado no pensamento humano, como, por exemplo, A República de Platão. Confrontados com uma sociedade injusta e desigual “realmente existente”, muitos pensadores foram fundamentando sua crítica à “realidade” com base em uma projeção idealizada positivamente, uma idéia regulativa de mundo desejado.”
http://www.espacoacademico.com.br/056/56andrioli.htm

“A distopia está para a utopia como o acordar de um sonho progressivamente degenerado em pesadelo, ao desmitificar a tentação de transformar uma idealização utópica (necessariamente lacunar) em sistema de despótica aplicação. Numa época como o século XX, que conheceu múltiplos efeitos horríficos desse tipo de tentação, a literatura anti-utópica adquiriu natural relevo e relevância (cf. entre outras obras, Brave New World, publicada por Aldous Huxley em 1930; Animal Farm e Nineteen Eighty-Four, publicadas por George Orwell respectivamente em 1945 e 1948). Mas a história das distopias tem desde sempre acompanhado a das utopias, nomeadamente a partir da publicação da referida e mais famosa obra de More, em 1516. A tradição utópica dá ênfase a um pelagiano cenário contrastivo onde tendem a apagar-se o pecado ‘original’ e outros, por via de uma convicção perfectibilista traduzida na realização de certas condições de satisfação colectiva. A tradição distópica, pelo contrário, sublinha não só a insuficiência dessas condições para a realização de ideais de felicidade, mas também a ameaça do colectivismo sobre as liberdades individuais, sociais e de participação política. Ao exercerem a sua crítica, os distopistas situam-se, pois, numa base agostiniana e adoptam um ponto de vista realista perante a persistência do mal e de usuais carências ou insuficiências que comprometem a realização humana”.

( ATENÇÃO: PERDI O LINK DO TRECHO, LEIA SÓ O QUE ESTÁ AÍ.)

“Ao inverter parodicamente o modelo utópico, o texto distópico consegue estabelecer uma dialética entre a sociedade existente e a alternativa projetada. Dialética que, embora presente em certa medida na Utopia de More, geralmente não é verificável em seus sucessores mais literais. … A ficção distópica positivamente demanda que os leitores julguem a sociedade projetada pelos parâmetros de sua própria. … É quase impossível não concluir que a projeção distópica é menos desejável do que o mundo como nós o conhecemos.”
Chris Ferns, em Narrating Utopia (1999)

http://www.youtube.com/watch?v=UZaTEIyo8rk&feature=related

Escreva uma dissertação.
No primeiro parágrafo defina Utopia; no segundo Distopia. Pode ( e deve) usar exemplos de criações utópicas e distópicas. Depois, ela elabore sua tese, refletindo sobre a questão: qual é a utopia para o homem do século XXI? E a distopia?

(A proposta parece difícil, não é. Pense na sociedade, quais são nossos sonhos e pavores em relação ao futuro dela?)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: