Aula de redação

Antonio Carlos Alonso escreve sobre a Utopia

Posted on: abril 18, 2008

Antonio é um dos meus alunos. Nesse texto apresentou desempenho ótimo: clareza, concisão….

“Antonio Alonso em…

A ENGRENAGEM NA UTOPIA

A definição de utopia é, resumidamente, a busca por uma realidade perfeita e, ao mesmo tempo, impossível. A concepção de utopia muda, conforme o tempo e a cultura de cada grupo social. Para os gregos, o mundo utópico era aquele em que todos os cidadãos tivessem, na prática, os mesmos direitos. Para os judeus, sempre foi a terra, onde pudessem viver, em paz. A utopia imperialista pede um mundo domesticado por doutrinas. Contudo, será que a busca por uma utopia é válida? Por que esse mundo ideal nunca se concretizou?
Sim! É válido correr, atrás de realidades impossíveis. Esse é um dos mecanismos centrais que fazem a humanidade progredir. A tentativa de concretizar os ideais utópicos obriga a sociedade a realizar modificações em sua estrutura. Estas fazem com que a sociedade evolua.
Porém, é curioso pensar que essas utopias nunca se concretizam complemente. Isso ocorre, porque os ideais utópicos modificam-se, proporcionalmente, às modificações do meio. Um determinado grupo social que detenha um objetivo começa a modificar as suas estruturas para alcançar esse objetivo, mas, conforme as estruturas se modificam, os anseios também mudam e surgem novos objetivos. Logo, a utopia não é um conceito estático, mas dinâmico.
Ela é como o horizonte: ele se do homem, na mesma medida que o homem se aproxima dele ( Eduardo Galeano); e, conforme o homem caminha em direção ao horizonte, este altera sua forma. Contudo, sempre se deve caminhar nessa direção, pois esse caminhar possibilita conhecer novos mundos – bons ou ruins, dependendo do ponto de vista.

Anúncios

2 Respostas to "Antonio Carlos Alonso escreve sobre a Utopia"

muito bom 😉

Ctz!
Se tds tivessem um sonho impossivel e tentassem segui-lo até mudar essa condição a sociedade seria coberta por grandes guerreiros sociais.E contudo teriamos um mundo, talvez, bem mais evoluido, não só cientificmene, mas tbm no conceito de humanidade uns para com outros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: