Aula de redação

Trecho de A Utopia de Thomas Morus

Posted on: abril 23, 2008

DAS VIAGENS DOS UTOPIANOS
O ouro e a prata năo têm, nesse país, mais valor do que lhes deu a natureza. Esses dois metais săo ali considerados bem abaixo do ferro, o qual é tăo necessário ao homem quanto a água e o fogo. Com efeito, o ouro e a prata năo têm nenhuma virtude, nenhum uso, nenhuma propriedade cuja privaçăo acarrete um inconveniente natural e verdadeiro. Foi a loucura humana que pôs tanto valor em sua raridade.
A natureza, esta excelente măe, escondeu-os em grandes profundidades, como produtos inúteis e văos, enquanto que expơe a descoberto a água, o ar, a terra, e tudo o que há de bom e realmente útil.
Os utopianos năo escondem seus tesouros nas torres, ou em outros lugares fortificados e inacessíveis. O vulgo, numa extravagante malícia, poderia suspeitar que o príncipe e o senado enganassem o povo, enriquecendo-se e pilhando a fortuna pública. Com o ouro e a prata năo se fabricam nem vasos, nem obras artisticamente trabalhadas. Porque, se houvesse necessidade de um dia fundi-los, para pagar o exército em caso de guerra, os que tivessem posto sua afeiçăo e suas delícias nesses objetos de arte e de luxo, sentiriam, ao perdê-los, uma dor amarga.

Aqui há mais ( e uma porção de gente comentando)

http://suelisol.multiply.com/reviews/item/41

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: